O Ficante de merda

Não estou certa se esse texto chegará a ficantes de merda, porque  ficantes de merda são homens de merda também, e homens de merda nunca percebem que é com eles, jamais conseguem olhar pelos olhos alheios, estão sempre tão voltados no próprio ego , no próprio pinto e no próprio egoísmo que sequer viram seus olhares pras outras pessoas. Usam a desculpa de que estão apenas se divertindo, que é apenas sexo, e fazem com que nos sintamos culpadas quando cobramos comportamentos que deveriam ser básicos para qualquer pessoa que tenha o mínimo de educação e Hombridade.

blogo.jpg

 

Quando você  conhece o Ficante de merda, ele mostra características que se encaixam na sua lista de qualificações necessárias; ele se mostra inteligente, charmoso e admirável; você olha pra ele, tem perspectivas de futuro, deixa claro suas intenções e ele sempre responde no maior ar angelical que está na mesma vibe que você.

Você mostra a ele a melhor versão de si mesma, e ele não espera por isso, porque de onde ele vem, é normal que as pessoas sejam fodas no primeiro encontro, e percam suas máscaras rapidamente,se convertendo em gente de bosta, tão logo a  pessoa no alvo pareça ter sido conquistada.

Conforme o tempo vai passando, você percebe que aquele cara legal que você conheceu no primeiro encontro, se perdeu no caminho pra casa, e o ficante de merda  vai percebendo por sua vez que você é tão legal quanto parecia .

Mas ele não vai ser legal com você só porque ele viu que você é uma mina foda: Ele, como bom machistinha ressentido, vai se lembrar de todas as opressões que as mulheres praticam contra os homens diariamente(e que só existem na mente mesquinha dele) e vai descontar tudinho em cima de você, fazendo com que você questione todas as suas qualidades, sua auto estima e seus valores, simplesmente porque ele não te valoriza e não te trata do modo como você deveria e gostaria de ter sido tratada.

Ele sabe que é um homem de merda, e cada gesto de carinho, de atenção ou amor que você dá pra ele, é recebido com desconfiança porque ele sabe que não é digno daquilo. Mas ao invés de tentar ser um cara melhor e se aproximar das qualidades que ele fingia possuir, ele usa da sua vulnerabilidade pra massagear o próprio ego às custas do seu bem querer.

Você vai notar rapidamente que existe uma distância gigantesca entre o cara que te conquistou e o cara que você possui agora, mas não falará nada, porque pra você, um HOMEM da idade dele já deveria estar pronto, e você não deveria cobrar comportamentos e gentilezas que deveriam acontecer naturalmente, já que amor e atenção não se mendiga; ou a pessoa te dá espontaneamente, ou não te dá.

Nas primeiras transas o Ficante de merda até vai fingir que se preocupa, mas depois você vai perceber que o sexo oral que ele fazia inicialmente, não era pra te dar prazer, e sim pra te preparar pra penetração que ocorreria freneticamente e acabaria rápido assim que ele gozasse, virando pro lado na cama, se concentrando ou na série de Tv, ou no celular.

Depois de um tempo, nem sexo oral tem mais, e quando você tentar trazer novidade para a cama, o ficante de merda vai usar o pretexto de que você é sexualmente liberada pra te sugerir todo tipo de putaria que te degrade e te mostre que você é apenas um depósito de porra nas mãos dele; e mesmo a qualidade do sexo caindo vertiginosamente, você vai continuar transando com ele porque você ainda está tentando achar aquele cara que você conheceu no primeiro encontro.

Depois que o ficante de merda perceber que você está “domada”, já não haverão jantares, nem idas ao cinema: Ele marcará com você na casa dele, onde te recepcionará de pijamas, com cabelos e barbas fedidos,sem tomar banho porque estava com preguiça e muito ocupado jogando video-game, isso se as partes íntimas não estiverem sujas também, enquanto você vestiu sua melhor roupa, fez unha, cabelo e depilação. Ele até reconhece seus esforço, mas como ele te vê apaixonada e acha que jamais vai perdê-la, te trata com desdém e pouco caso porque entende que “pra quem é, está bom demais”

 

É bom que você tenha carro pra ir à casa dele, pois assim ele não precisa gastar nem com gasolina, nem com motel. De vez em quando ele vai te ligar enquanto você estiver na metade do caminho pra trazer comida, cigarros ou camisinha, e ainda que você seja a pessoa mais pontual e solícita possível, ele te tratará com a mesma consideração que trata o mocinho da comida Delivery: Te recebe,  come, é distante, não te agradece pelo esforço em ir até ele, nem pela gasolina que você gasta pra ir na casa dele, não te oferece nem um corpo de água, e se você passar a noite lá, passa fome, porque não existe na cabeça dele a menor possibilidade de te oferecer ao menos um bom-bom pra mostrar que tem o menor carinho com você; não passa pela cabeça dele te dar o menor tratamento que deixe claro a você que ele te respeita e enxerga sua humanidade além da sua buceta.

Ele só lembra que vocês estão juntos há meses quando percebe a menor possibilidade de você estar saindo com outro e dá chilique no melhor estilo marido traído. Mas a você ele não oferece nem lealdade, nem fidelidade, nem consideração; pelo contrário, no dia do seu aniversário ele se faz de desentendido pra não te dar presente, e acha que se te parabenizar pode alimentar em você a esperança de terem algum tipo de relação, sendo que vocês saem há meses com frequência alta(o que por si só caracteriza algum tipo de comprometimento).

Ele sabe que você é linda, inteligente, engraçada e leal, mas isso só serve pra ele se gabar do brinquedo pros amigos,ele jamais demonstrará ou falará algo assim: ele será maravilhoso com todas as pessoas que o rodeiam, pode até ser um gentleman com as amigas que tiver, mas mesmo você sendo tão virtuosa ,confiável e possuir os mesmos gostos pra atividades, não é digna de frequentar o mesmo ambiente na companhia dele e de seus amigos: Você é apenas a mina que ele come, isso é, na falta de não ter ninguém melhor na lista, caso contrário ele desmarca com você em cima da hora, quando você já está a caminho, pra priorizar alguma coitada que ele está tentando enganar, assim como faz com você.

E num dia, quando você estiver feliz demais, cintilante demais, e bonita demais, ele soltará “sem querer”, que ficou encantado com sua melhor amiga, que comeu outra pessoa naquele dia que desmarcou com você em cima da hora, porque ele tem que mostrar sempre quem é que manda, quem machuca quem, e quem consegue mentir mais, e destruir mais, toda vez que tem poder nas mãos. Todo o cuidado que você tem pra não gerar desconforto e degradação a ele, é proporcional ao prazer que ele sente em detonar sua auto-estima.

Se você conseguir a façanha de apresentá-lo a algum conhecido seu, ele dará um jeito de te mostrar que te gosta e te respeita dando em cima da sua avó, do seu primo, da sua cadela…Não interessa, ele fará de tudo pra mostrar que não te deve absolutamente nada, mas te tratará bem na frente das outras pessoas pra criar nos outros a ilusão de que ele é um homem bom. Lembra da regra do primeiro encontro? Ele precisa iludir novas pessoas!

Pouco a pouco você vai percebendo que ele é um homenzinho lixo, e vai se distanciando lentamente. Mas ele percebe que está te perdendo e sabe que te ganha com conversa mole: Basta dúzia de palavras fofas pra você se sentir culpada por pensar em sair fora dele e se manter no mesmo ciclo vicioso de sempre. Quando você tomar coragem e iniciar uma briga falando todas as coisas que você está tentando ignorar há meses, o Ficante de merda dará uma de coitadinho injustiçado, vai reverter toda a culpa em cima de você, te tirando de louca e te fazendo acreditar que você é a errada surtada por querer que ele te trate como o mínimo de respeito. Mas ele não concorda com isso, ele acha que não te deve nada, porque apesar de todos os meses juntos, você são apenas duas pessoas que transam, e “ninguém nunca reclamou dele antes”, logo o problema passa a ser você, e não o fato dele escolher as melhores mulheres pra menosprezar e fazê-las sentir envergonhadas por não ter tido a malícia de perceber um pouco antes, que estavam lidando com um homenzinho de merda, que não serve nem como pau amigo porque a deficiência de caráter torna impossível curtir o sexo mediano , ignorando todos os outros detalhes asquerosos da personalidade dele.

 

 

Anúncios

14 comentários

  1. Porra. Meus manos, Meus Bros, isso ai é ouro em nossas mãos, percebeu que o texto fala sobre a mulher ter sentimentos?
    Acordem. Aprendemos a separar a foda por foda, do relacionamento, saibam separar o momento de pegação, quando nos ou as mulheres querem so pegação, deixem claro, ue, se rolar, rolou, aprendemos a valorizar alguem especial, se tu quer so foder, deixe claro pra ela ok?
    se ela quiser otimo pra você, se ela não quiser, procure alguma que queira. Imagina o que tu ta perdendo sendo babaca com outra pessoa, seja em um relacionamento homo, hetero, etc, etc, etc, Imagina que tu veio pro mundo pra doar emoções (fazer alguem se sentir amado(a), fazer alguem feliz, dar aquele bom dia pra alguem que esta mal e etc) e não para ganhar da vida, tirar da vida, eu ganhei sexo com 3 ontem, “eu enganei a fulana tirei a virgindade e ela corre atras de mim que nem louca” , bah, quanto isso é pequeno. Ah, my little girls, por favor, quando encontrarem aquele nerdzinho, aquele cara um pouco mais frágil, por favor, se puderem, ajude-o, sabe por que? por que se esse cara for ajudado é mais um Homem no mundo e quem sabe assim equilibramos a quantidade de Homens e babacas, mulheres ajude nos a entender melhor o mundo, estamos passando por um momento dificil da sociedade, queremos ser Homens, porem, é muito dificil separar a parte babaca que ser Homem carrega. Bons Homens Orgulhem se, que os babacas que se danem. Prefiro ouvir: “Ele foi um ótimo namorado de 10 mulheres” do que um “fiquei com ele” de 15.

    Enfim, to em processo de formação de carater, por isso to aqui expressando minha opinião, quem quiser debater sobre esse pensamento va me ajudar muito, obg 😉

    – José.

  2. Boa noite Estela
    Vim parar aqui por conta da sua fama no “papo de homem” hahaha
    Li apenas os primeiros parágrafos do texto; são quase 3 da manhã e vou tocar hoje, mas o pouco que li bateu pesadamente sobre minha consciência. (mais tarde pretendo terminar e talvez refinar meu comentário e opinião).

    —edit— Acabei me perdendo em pensamentos e soltei muita coisa “sem pé nem cabeça” abaixo, desculpe haha

    A vida é uma verdadeira tormenta, onde estamos constantemente confusos sobre as diversas projeções novas que aspectos simples e corriqueiros da nossa vida apresentam, ou as novas faces que velhos monstros nos mostram.

    É realmente triste ver como no meio dessa tempestade vamos magoando e sendo magoados, tornando-nos diamantes rachados; com brilho e pontas cortantes, estilhaçadas e ásperas

    Seu texto me fez lembrar de momentos em que fui o ficante de merda, mas também me fez lembrar da aflição que era me relacionar certas vezes.

    Ninguém é perfeito, e quanto mais próximo alguém fica de nós, mais expomos as imperfeições, que vão se somando e se multiplicando em potência. Começamos a criar expectativas, começamos a confundir coisas, que aliás, tudo pode ser interpretado de diversas maneiras, mas começamos a dar forma para as ruins mais do que as boas, e assim a montanha de sentimentos desaba em uma verdadeira avalanche de desgostos, torna-se um terreno traiçoeiro, onde um sorriso pode levar a outro, um beijo à uma lágrima, e uma briga à uma reconciliação; porém, os pedregulhos não param de cair, e os caminhos vão se deteriorando

    Como fazemos para saber até onde ir?
    Quando somos nós que precisamos de ajuda?
    Quando é a outra pessoa que nos espera?
    Que nossas atitudes são erradas? (aliás, o que é errado?)
    Até onde devemos nos podar em prol de algo?
    Até onde devemos expor o que pensamos e podar, ou só “controlar” a pessoa que amamos?

    Todas essas questões, todas essas perguntas, girando em torno de paixões ardentes, noites de luxúria, olhares, apalpadas, sensações em turbilhões que vem e vão como o vento do verão

    É difícil.
    É confuso
    É complicado.

    Amor.
    Amar.
    Sentir e não sentir.

    Bem, acho que vou precisar parar no “meio” do meu pensamento que não iria a lugar nenhum: já passei mais de 10 minutos nele
    Talvez saiam uma ou duas musicas disso pelo menos hahaha
    De qualquer forma, interessantes suas palavras, e mais tarde voltarei

    • Bruno, valeu pela visita!
      Você vai perceber que muitos dos meus textos causam incômodo e esse é o intuito realmente, porque gente incomodada se mobiliza.
      Esteja certo que para as mulheres a sensação é semelhante, a gente lê e pensa imediatamente “Como pude fazer isso comigo mesma?”
      Então o objetivo é fazer os homens colocarem a mão na consciência pra tentar ser melhores e fazer as mulheres terem mais critérios na escolha, pra não deixar que alguém as machuque tanto.

  3. Boa noite, estou recebendo a discussão e meu email e resolvi dar meu pitaco hahaha

    Os dois estão certos e errados.
    Antes de tudo precisa-se entender que a internet é um grande domínio público, onde cada um se expressa da maneira que bem entender em seu espaço pessoal, porém se a pessoa se põe em posição de autor e libera comentários precisa ser receptiva quanto a quem aparece.

    Alexandre, entendo vc estar de saco cheio dos argumentos dela, e por mais que vc tenha um ponto de vista forte chegar com acusações do estilo “é fácil fazer tal coisa, mas e quanto a isso ‘aqui’ o que tens a dizer?” não leva a nada.
    “Não concordo com tal coisa por isso, isso e aquilo” ; “Entendo seu ponto de vista, mas em minha vida presenciei tal e tal” ; “Interessante, mas você já viu por este lado aqui?”, é assim que a gente conquista as pessoas e troca ideias, pelo menos quando queremos nos fazer entendidos.

    Estela, eu concordo com o Alexandre quanto às acusações; Pô, é seu blog, são suas ideias, mas vc precisa ter certa postura! Por mais que não seja uma discussão de “quem se fode mais” foi o que rolou aqui…
    Se você quer que alguém entenda seu ponto de vista, e queres ser uma transformadora do seu meio através do blog precisas dar o braço a torcer e ser a pessoa mais tolerante aqui, o mesmo que recomendei ao Alexandre em dose tripla pra ti, por mais que o cara possa estar errado ou sendo idiota.

    Não estou aqui pra dar lição de moral em ninguém, mas esse tipo de discussão não leva a nada além de raiva e intriga entre pessoas que poderiam muito bem aprender uma com a outra.
    Cada um tem sua vivência para criar uma opinião, sua perspectiva, e isso não podemos só inserir em outra pessoa à força, então vamos ter empatia!

    Um ótimo exercício p/ tal é pegar um ideal totalmente contraditório às suas crenças e tentar defende-lo, como se você do dia pra noite tivesse mudado de lado. As vezes enxergamos coisas muito simples que não víamos do “outro lado”.

    Nessa vida não há certo e errado, ainda mais em questão de relações sociais, o que conta é quem está disposto a aturar o que. Se no fim de tudo vocês não se entenderem, se aceitem com suas diferenças.

    E lembrem-se, somos nós as ferramentas de mudança dos nossos meios, não adianta só sair soltando os cachorros que você vai estar cagando seu quintal inteiro

    Boa noite! 🙂

    • Bruno, eu não respeito quem vem discordar de um argumento meu, apontando defeito, tipo “ah, homens fazem isso, mas mulheres fazem aquilo”. Isso é só um modo de desviar o ponto da discussão (que é válida sim, pergunte pra qualquer mulher emancipada se não conhecem homens desse tipo) do assunto que tá sendo discutido.
      Eu não sou uma mulher que defende supremacia feminina. Eu defendo IGUALDADE ENTRE OS SEXOS, e escrevo sobre isso com base na minha realidade e na realidade de várias mulheres que conheço e que possuem a mesma queixa. Não pra menos, o texto recebeu críticas de mulheres que ficaram incomodadas porque tiveram que admitir que já passaram pela situação humilhante de se relacionar com esse tipo de cara.
      Do mais, olha o nome do Blog. Tenho ele há anos e mais anos, e esse é meu espaço . O objetivo nunca foi ser popular, porque se fosse, eu teria apelado pra vídeos, uma estética melhor e textos menores e mais apelativos. Portanto, é minha casa, meu quintal e eu mando.
      Não gostou? Tem milhares de outros espaços na internet com textos babando ovo de homem babaca. Incomodou? Das duas uma: Ou é o tipo de ficante de merda, ou é uma mulher que já esteve na situação degradante de estar nesse tipo de relacionamento.
      Ah, tem mulher interesseira que é buscada em casa, não divide a conta e não paga o motel? Vai lá, abre um blog e escreve sobre isso. Eu tô aqui escrevendo coisas sob a minha perspectiva.
      Não existe certo ou errado, existe o que me serve ou não. Sabe o que eu faço quando eu leio um dos milhares de textos machistas que encontro por ai? Não volto mais e pronto.
      O texto tá aí, eu não tenho que discutir nem contra argumentar nada, e não tolero certos mimimis de “ominho” por aqui porque homens estão bem acostumados a fazer o que vivemos criticando: Não se atentam às críticas que fazemos, ao invés disso se calam e vêm nos atacar apontando certos erros quando poderiam simplesmente analisar a situação, mudar o que acham que deve ser conveniente, ignorar as críticas que não servem pra eles, ou você acha que as mulheres que se bancam quando saem com um cara estão fazendo o quê, senão tentando corrigir um conceito errado que é disseminado séculos após séculos?

  4. Ótimo texto!
    Você conseguiu fazer uma boa leitura do que acontece atualmente, claro que uma leitura do lado feminino hétero, mas não deixa de ser uma boa leitura. O motivo do meu comentário é para, assim como o José, reforçar que isso ocorre de ambos os lados e independente da orientação sexual.. então para não ser muito prolixo, vamos lá.. Galera, quando vocês acharem uma pessoa legal, que realmente valha a pena, deem valor! Pois além de ser muito difícil achar alguém decente nos dias de hoje a outra pessoa merece o minimo de humanidade da sua parte. Caso você acabe passando pelo que nossa personagem acima passou, independente de você ser homem ou mulher, não faça o mesmo com a próxima pessoa que aparecer na sua vida. Use essa experiência para crescer e evoluir como pessoa.
    Dê sempre o melhor de você, quem merecer irá agir da mesma forma e não será necessário ficar no país das maravilhas imaginando ou sonhando que algo vai mudar ou melhorar, você vai entender que aquela é a pessoa certa, vai amar suas qualidades e também os seus defeitos ( ou ao menos aceitar eles). Caso contrário, parta pra outra, fique sózinho, mas não fique mal acompanhado.
    Outro ponto importante a reforçar, é que devemos ser sinceros com nós mesmos e com quem nos envolvemos. Por isso, se não é da sua vontade estar em um relacionamento, não se submeta a isso, pois não dará certo e só vai gerar mágoas e retrocesso pessoal. Seja franco com você sobre sua intenções e seja franco com quem pretende se envolver, se rolar, ok, bom para os dois, se não, ok também, bom para os dois de qualquer forma.
    PS: Gostei dos outros textos, continue a escrever.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s