Meritocracia

E esse sorriso estampado no rosto?

Todo mundo sabe, todo mundo vê

Mas se você se olhar no espelho não se reconhece, quem é ele, quem é você?

Um pacto de mentiras, sorrisos falsos, relações vazias…

Todo mundo sabe, todo mundo vê;

Mas que não se ouse falar a verdade, que não se ouse tirar a máscara, ou você é expulso do clube que você detesta mas não quer sair…

E esse sorriso no rosto? Não convence nem você.

A máscara grudou na sua face, quem é ela, quem é você?

E aquela história de não ter vocação pra ator?

E agora ai sentado entre aqueles que você não ama;

Mais uma bebida e você nem bebe

Um personagem feliz, e você nem é

Logo você que disse que não se corromperia

Forjando sorrisos oito horas por dia;

Traindo irmãos

Perdendo a dignidade para “ganhar a vida dignamente”

E esse sorriso? Quando você se olha no espelho você se reconhece?

Todo mundo sabe, todo mundo vê que é falso, mas que não se ouse dizer que é, ou você é expulso do clube .

E aquela história de não ter vocação pra ator?

Anúncios

2 comentários

  1. Obrigada, Estela! Seus textos são um achado! É difícil achar espaços que reúnam autenticidade e coerência e, por aqui, isso não falta. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s