Por acaso foi só um caso.

 

Quem era você?

Eu não amava você,amava seus fragmentos, seu mistério, o modo como não compartilhava da sua vida, e ao mesmo tempo te conhecia sob uma ótica que poucos, talvez ninguém conhecia.

Quem era você?

Olhos

Eu não amava você, ou talvez amasse apenas por imposição do tempo, apenas acidentalmente, já que não nos conhecíamos mas éramos tão íntimos e por tanto tempo;

Quem era você?

Eu não amo você, mas eu queria ao menos um segredo seu, pra te olhar nos olhos e compartilhar um momento, ser cúmplice em algo, ser especial, saber de alguma forma um fragmento que ninguém conhecesse, mas que me garantiria sobre ….

Quem era você.

 

Ei, por que você fugiu? Por que você se comporta como se não soubesse quem eu sou?

Quem? Eu sou?

O alivio que te proporcionei quando tirou as máscaras pra mim, poderia ter sido proporcionado por outra pessoa, ou fui apenas mais uma?

tumblr_lcqi79utnl1qeqfymo1_400

Eu não sou especial? Não fui especial?

O que era tudo?

Intimidades com desconhecidos…

E agora que conheço um dos seus lados obscuros, me pergunto se posso simplesmente ” desconhecer”, porque não sou eu quem não posso lidar com isso, é você que se sentiu vulnerável demais em me mostrar quem era você, e você não pode estar assim tão nas mãos de alguém, ninguém pode saber deste lado, sobre quem… Era, você.

Seus mistérios são mais interessantes, instigantes do que quem você é.

É possível voltar no tempo?

Oi? Tudo bem? Nos conhecemos de algum lugar?

Quem é você?

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s