Sem conexão

 

29298_f4

 

 

Existe um banquete posto, que nunca mata minha fome;

Existe uma multidão de gente, que nunca me faz companhia.

Houve um tempo em que você entendia meu silêncio e quando ele se rompia, você sabia exatamente o que se passava;

Houve um tempo em que éramos iguais, não porque o destino uniu pessoas iguais, e sim porque eu me contaminei de você e você se contaminou de mim;

 

Mas agora existe meu silêncio, e seu incômodo…

E agora existe um banquete que nunca mata minha fome;

E uma multidão que não me faz companhia.

Houve um tempo que apenas sua presença silenciosa aplacava minha solidão;

E agora sinto o calor do seu corpo ao meu lado, mas não sinto a energia que sua alma emana.

Não sinto tua proteção, nem você me compreende. Somos iguais, mas não faz diferença.

Existe um banquete posto que nunca mata minha fome…

E não importa o quanto eu fale ou explique, você nunca me compreende;

Existe uma multidão que nunca me faz companhia;

Existe um banquete posto, que nunca mata minha fome.

Anúncios

2 comentários

  1. É horrível estarmos com alguém e não a sentirmos de fato… Com o passar do tempo, chego a conclusão que é difícil criar conexões reais e duradouras, afinal, mudamos, e o que um dia nos conectou a uma pessoa pode deixar de existir, e qdo isso ocorre parece que o elo se esvai. Não sei rsrs, talvez eu esteja sendo pessimista.
    Ótimo texto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s