Sobre pequenos brincalhões e grandes bobões…

Queria ter a  oportunidade de ser invisível entre um monte de machos falando coisas de macho, mas quando imagino essas conversas, nunca consigo vislumbrar algo cujos assuntos envolvam desabafos e medos sobre o tamanho do pau…

albertomont-carrograndepintopequeno

Digo isso pois  sempre que algum amigo sente alguma oportunidade mínima pra desabafos, toca no assunto tão polêmico, e a resposta é sempre tão delicada e tão poderosa, que é capaz de colocar um homem nas alturas, ou derrubá-lo de vez.

O tamanho do pinto é assunto é um tabu tão grande, que por mais que nós mulheres realmente não nos importemos com esses detalhes, a mínima desconfiança de ter um pau pequeno, acaba influenciando em diversos fatores da vida de um cara.

Pois é, meus caros, na figura do falo existe  o significado de poder, virilidade, masculinidade e mais uma caralhada (sem trocadilhos) de coisas que nós mulheres jamais conseguiremos entender.

O grande problema em torno do tamanho do pau, (e este problema atinge nós mulheres que somos vítimas do mau uso dele) é que muitos homens acabam centralizando tudo, inclusive a qualidade, no tamanho  e acham que nada mais é necessário. Inclusive,  todo esse poder que os homens atribuem ao pinto, é uma presunção em achar que possuí-lo já os tornam automaticamente superiores e que nenhum esforço adicional deve ser feito pra dar prazer pras companheiras(ou companheiros,vai saber).

Aquele sáaaabio ditado que diz “Antes um pequeno brincalhão do que um grande bobão”, é bem certo, sinto decepcioná-los, odiadores dos clichês. E digo inclusive, que uma certa dose de insegurança quanto a isso, é até benéfica pra que o cara se esforce pra fazer o sexo melhor, e entenda que proporcionar prazer é uma arte que vai além de um pedaço de carne no meio das pernas.

O foda (Ou não) é quando o cara fica resignado com o tamanho do pinto e acha que nada mais pode ser feito.627050827_902 (1)

Sinto dizer-lhes amiguinhos , que sempre há o que pode ser feito, e que enquanto uns estão  numa montanha de preguiça , tem muito mocinho com seus 10 cms finos, dando belos orgasmos com línguas, dedos e beijos (gregos e não)a muitas felizardas por ai.

Não existe perdão, pra mal fodedor até o pau atrapalha, pra quem se esforça, não há pau pequeno, nem “cansaço”, nem mina feia que dê jeito, o cara vai lá e faz a parte dele, e faz bem feito. SORRY!

Costumo dizer que pau grande pra mulheres, equivale a mulheres com peito com silicone pros homens: Não compromete no prazer, mas visualmente é lindo de se ver, e pronto. Se a natureza não privilegiou as mulheres com peitos grandes, e elas também não têm dinheiro pra turbiná-los, nada está perdido, assim como pros homens, não ter um pinto avantajado também não é problema algum… PROBLEMA MESMO É USAR O PINTINHO COMO MULETA PRA SUA INCOMPETÊNCIA SEXUAL.

Costumo dizer que nós somos exatamente aquilo que transamos. Quando nus diante de alguém, não existe nem dinheiro, nem status, nem qualquer artifício que nos represente. Estamos , crus, com nossos medos, vulnerabilidades, vaidades e poder de doação. Quando podemos dar e recebe

images (2)

r prazer, doar de si e absorver aquilo que é do outro,contaminar, se misturar a todo o universo do outro… Achar que todo um momento lindo,natural e instintivo poderá estar comprometido por um detalhe de tamanho, denota no mínimo uma superficialidade e falta de criatividade imensos, dentro e fora da cama.

E ai? Qual a próxima desculpa pro próprio fracasso, falar que tem azar com mulheres porque não tem dinheiro pra comprar uma Ferrari?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s