Quem é que puxa sua coleira? ( O Funcionário idiota padrão)

E houve aquele momento em que ele sem se virar pra te olhar, pronunciou seu nome dentre frases quase desconexas.

E você,  acostumado a ser objetificado, tendo descobrido ali , após tempos sendo chamado por “menino”, “rapazinho”, que ele sabia seu nome, ficou tão feliz que se tivesse um rabo, ele balançaria, tal como de um cãozinho empolgado brincando com restos de comida.
E só havia vocês dois, e ele resolveu explanar pensamentos soltos como alguém sentado ao lado do cachorro observando o horizonte, poderia ser qualquer um, ele só precisava de um penico onde despejaria todas as merdas, e você se sentiu sortudo por ser a bola da vez, o rapazinho especial que estava ali trocando pensamentos com seu chefe.
download
E então ele passou a explanar sobre a tendência que o povo brasileiro tem pra vagabundice, e se queixou dessa mania que o governo tem de dar “bolsas esmola”, e da quantidade de gente que “mama nas tetas do governo”.
E você, assalariado, pobre e fodido, formado na faculdade graças a uma dessas milhares de cotas que o governo oferece a um dos “vagabundos”,esqueceu do que seria de você sem essas cotas,  e concordou com seu querido chefe, veementemente.
E houve aquele dia em que você, ciente de todo seu esforço, dos dias consecutivos em que saiu quarenta minutos além do seu horário de trabalho, achou que não seria problema se chegasse atrasado, mas assim que colocou os pés na empresa, foi presenteado com a bela feição do seu chefe, extremamente puto com “sua falta de comprometimento com o trabalho;
Houve também um dia em que você lembrou do seu esforço, das atividades executadas com maestria,  achou que não seria mal reclamar do vale refeição que não dá pra pagar seu almoço completo, e resolveu pedir um aumento pro seu chefe, que negou imediatamente alegando que está contendo gastos porque “a empresa vai mal das pernas”…
Ele só não te contou que ele está contendo gastos porque troca o carro de dois anos, por um que é alguns cinquenta mil reais mais caro do que aquele que ele tinha.images
Houve aquela situação em que você saiu mais cedo porque precisava ir ao médico, e seu chefe fez cara feia, dizendo que você teria feriados pra fazer isso sem precisar usar o horário de trabalho, e você, se lembrando de todas as vezes que ficou duas horas além do horário pra realizar tarefas essencialmente fúteis, assentiu com a cabeça e marcou uma consulta pro sábado, mesmo sabendo que a próxima data pra verificar aquela sua doença meio urgente, só ocorreria em três meses.
Teve um dia em que o seu chefe começou a destrinchar críticas à respeito daquele seu colega de trabalho mais corajoso que ousa falar as verdades que condizem com o que você pensa, mas você não tem coragem, e mesmo você sabendo que seu colega está certo, assim, meio que “sem querer”, acabou deixando escapar um relato sobre uma ocasião em que ele errou e acabou atrasando os prazos das vaidades “totalmente urgentes do seu chefe”, metas essenciais da equipe;
Houve um dia em que a faxineira não pôde ir trabalhar por conta da greve do ônibus e seu chefe resolveu destilar todo o ódio contra qualquer tipo de “vagabundo grevista baderneiro”, e você que de vez em quando consegue carona de um amigo, mesmo sabendo que seria impraticável utilizar outro meio de transporte, resolveu expressar que ” se a pessoa estivesse com vontade de vir trabalhar e se esforçasse mais, ela conseguiria”. Seu chefe concordou com você e até te deu um sorriso, até te deu o bônus de buscar o cachorro de estimação da mulher dele no pet shop depois do seu horário de trabalho, com o veículo dele, e você, diante da hipótese de “dirigir o carro automático do patrão”, aceitou como uma criança que estava prestes a ir à Disneylandia, e no dia seguinte comentou dentre todos os outros empregados medíocres, a mamata que você recebeu e o quanto você e seu chefe querido são quase amigos…
Você no entanto não comentou que aquele dia na noite passada, você foi muito mais tarde pra sua casa, andou um bom tempo junto ao resto do rebanho de trabalhadores em direção ao terminal de ônibus porque perdeu sua carona do dia.
“Ahhhh um metrô perto do trabalho seria tão bom”, você chegou a pensar…Mas um metrô no bairro nobre atrairia a presença de gente não diferenciada, assim como seu chefe disse, e você concordou com ele, sem saber que a única coisa que faz você “menos gente diferenciada” diante dele, é o fato de ser mais um de seus capachos.
E então  um dia  quando as manobras pra sonegar impostos que seu chefe fazia pra ter mais  dinheiro não foram suficientes, o governo  colocou no rabo dele, e ele resolveu colocar no seu rabo, te incluindo no corte de gastos, junto com alguns outros funcionários.E você , que se dedicou , que abriu mão dos seus ideais, valores, vontades, tempo…surreal capitalism
Ah … naquele dia você perdeu a carona, se viu pela última vez naquele bairro de gente não diferenciada, andando em meio todo rebanho de trabalhadores não diferenciados,em direção ao ponto mais próximo, perdido como um animal domesticado longe do seu dono, sem dinheiro, sem futuro, sem auto estima.
E você foi só mais um, com seu diploma conseguido no melhor molde “vagabundo que mama nas tetas do governo”, se rebaixando por qualquer salário bem abaixo do que você merece ,apenas pra manter sua dignidade, ansioso por encontrar aquele que te colocará a próxima focinheira, ansioso por aquele que vai menosprezar seu conhecimento, sua experiência, seus estudos, mas vai pagar a esmola que você precisa pra manter a vidinha paupérrima que você se esforça pra disfarçar.
E nesse dia meu amigo, você ainda vai sair pra comemorar seu novo belo emprego, você ainda vai fazer planos de carreira pra conseguir alcançar o pico da cadeia alimentar dos funcionários, o gerente dos bobos, o rei da matilha…
Porque a vida é assim: Quem pode puxa a coleira, quem não pode abana o rabo.
Anúncios

2 comentários

  1. Lembrei do meu emprego anterior onde havia um rapaz chamado Guilherme,ele era um puxa saco profissional,seu turno começava as 06:00 da manhã,horário em que a empresa começava suas atividades,ele para se mostrar um”bom”funcionário,chegava as 05:15 só para agradar o patrão,esse logo começou a tirar um proveito disso e deixou as chaves na mão do coitado para ele abrir a empresa todo dia,pois assim ele podia dormir mais e chegar mais tarde,o turno do Guilherme terminava as 14:00 hs,mas como um bom puxa saco só ia embora as 16:15,logo o patrão começou a transferir todas as suas responsabilidade para as costas do coitado,a gente percebia as tentativas desesperadoras dele de tentar puxar assunto com o patrão e se tornar mais próximo e intimo dele,com o objetivo de conseguir uma promoção ou algo do tipo,mas sempre era em vão,ele era motivo de chacota para todos os funcionários lá dentro,só faltava engraxar o sapato do patrão com a língua,mas tudo isso não adiantava pois quando acontecia algo errado sobrava pra todo mundo,inclusive para o Guilherme.Até que um dia a empresa passou por algumas mudanças e dispensou alguns funcionário,e quem estava no meio,o puxa saco do Guilherme……..Isso só prova que não adianta nada querer ser igual ou ficar se humilhando perante o patrão para conseguir alguma coisa,pois esse tomando conhecimento disso,só vai te explorar e te chutar quando vc não for mais útil………Me desculpe pelas muitas palavras Estela kkkk

    • Fora que eu desconfio dessas pessoas apegadas demais a posições de liderança. Com o trabalho que se tem num cargo de gerencia, dificilmente compensa o salário que se ganha. Pra pessoa achar que ser líder de algo é uma coisa boa, na certa tem problemas sérios de auto estima e corre o risco de ser um daqueles retardados que se aproveitam do “poder” que possuem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s