Ah mulher, esse corpo não te pertence.

Existe um carma e uma dádiva em nascer mulher.
Uma mulher, ainda que carregue uma doçura quase inerente, também carrega em si inerente força.
download (3)
Porque mundo não é fácil pras mulheres.

Nós nascemos sendo vistas como o sexo frágil, somos pressionadas muito mais do que os homens a seguir um padrão estético, a seguir um padrão comportamental casto, somos pressionadas pra sermos boas mães, esposas prendadas, amantes descoladas, mulheres independentes, inteligentes, divertidas, antenadas…
Mas não. Nosso corpo não nos pertence.
Não nos pertence porque todo mundo sempre tem uma excelente opinião sobre nosso caráter à partir daquilo que fazemos com nossa vagina;
images (5)Não nos pertence porque nós podemos ter todas as virtudes do mundo, mas se por um acaso a quantidade de homens que passar por entre nossas pernas ultrapassar uma dezena(talvez menos), nossas próprias mães, tias, amigas, filhas, nos lembrarão sobre os valores perdidos e sobre as possibilidades de sermos descartadas, de nos tornarmos “inaptas” diante dos homens.
Não nos pertence porque podemos ter o comportamento mais exemplar, podemos sentar de pernas fechadas, e termos escolhido ser virgens até o casamento, mas se nossa roupa valorizar um decote, um par de pernas e qualquer curva espetaculosa do nosso corpo, imediatamente, perante todos os homens, seremos vistas como as safadas tentando chamar atenção a todo o custo, querendo mostrar ao mundo, que queremos ter todos os nossos buracos arrebentados.

Não nos pertence porque não é dado a nós o bônus do passado esquecido;
Não nos pertence pois podemos ter bom caráter provado e comprovado por A mais B, mas experimentemos nós, só por um momento nos abrir pra algum amigo do sexo masculino sobre nossa vida sexual e em seguida pedir a eles que nos apresentem seus amigos para um possível relacionamento…Ah..Eles não nos recomendarão pra ninguém, pois que amigo aconselharia ao outro, uma mulher rodada, que provou várias cores e tamanhos e que provavelmente sabe o que quer?

Quem iria ser louco de querer alguém tão livre? Tão…PUTA?

Não nos pertence porque temos dentro de si várias mulheres, mas continuamos sendo as mesmas, com os mesmos defeitos, pensamentos e valores, e “puta não deixa de ser puta. Puta só dá um tempo”

download (1)

Não nos pertence porque podemos ser “Mulheres-maravilha”, mas a validação do nosso sucesso(derivado do nosso esforço) só acontece se formos escolhidas por algum homem.

Nosso corpo não nos pertence.

Sinto muito,nosso corpo não nos pertence;

Porque nós temos um passado que nos assombrará a vida toda, e qualquer experiência de perversão, putaria ou pensamento libertário, nos marcará tal como gado, independente do quão boa e inesquecível tenha sido.

Experimentemos só por um momento dizer aos nossos namorados que aquelas manobras sexuais que os deixam pirados, são reflexo não só do nosso auto conhecimento acerca do nosso próprio corpo, como também de uma experiência razoável com o sexo oposto;
NÃO! MELHOR:

Experimentemos nós termos auto- conhecimento acerca do próprio o corpo, prazer e sexualidade;
E experimentemos acima de tudo, conhecer a si mesmas em todas as nossas nuances, saber que talvez tenhamos algum “gene errado” que nos leva a simplesmente não conseguirmos ser aquela mulher casta, submissa e imbecil que a sociedade disse que é ideal;
Experimentemos reconhecer que seduzimos só por esporte, que somos curiosas por quantidade, qualidade, tamanho, cor,sexo do mesmo sexo…
Experimentemos colocar em prática aquela vontade que temos de tocar o foda-se, de despirocar, de realizar nossas fantasias mais picantes e sórdidas sobre menage, grupal, lesbianismo e outras loucuras, e depois ousemos falar sobre essa nossa fase de experimentação para quem quer que seja, até pras nossas amigas mais íntimas e moderninhas…

download (2)

 

 

 

PRONTO! Imediatamente nos convertemos em pedaço de carne,  carne estragada, que já foi usada, desfrutada e não mais serve.

É minhas queridas mulheres, estamos todas perdidas, e acima de qualquer luta e de qualquer qualidade que nos torna imediatamente seres magníficos, quase não terrenos…

Nós somos apenas isso: Loiras ou morenas, corpos magros ou gordos e o que fazemos com eles.
Nascemos, fomos criadas educadas desde cedo pra sermos a santa, a puta, a escrava, a rainha;
Multifacetadas, mil possibilidades fantásticas numa criatura só:
Fortes, seguras, determinadas, raçudas…
O infinito não é o bastante pra nós, não existe limites.
Mas nós somos tudo isso por uma infinidade de gente, pros nossos filhos, chefes, mães, namorados…

Mas nosso corpo não nos pertence, e por mais que tenhamos convicção da injustiça, vez ou outra piramos naquilo que a sociedade nos impõe e nos tornamos mulheres que nós mesmas abominamos,daquelas que têm uma mente deliciosamente poluída, daquelas que já nasceram com malícia, mas que subitamente esconderam seus instintos de dama da lotação no lado mais obscuro da própria personalidade e se forjaram em criaturas insossas, apáticas, porque é assim que tem que ser.

images (8)

 

Porque nosso corpo não nos pertence.


PUTA NA CAMA E DAMA NA SOCIEDADE.

É assim que é bonito;

Bonecas. Meras bonecas, porque a mídia diz que é bom, porque a sua tia disse que assim que era ideal pra arrumar marido, porque seu marido disse que era assim que te amaria, porque sua amiga disse que é assim que uma mulher decente se comporta.
E você, naquela ânsia toda para se encaixar no quadradinho que criaram pra você, que se esforçou pra ser, pra fazer e ter tudo aquilo que disseram que seria certo,  esqueceu do principal:

O seu corpo não te pertence, e qualquer esforço em prol de uma mentalidade livre, não faz a mesma diferença, porque no fim das contas você é apenas uma projeção da mulher ideal, que agrada quem olhar mas não faz feliz a pessoa principal:

VOCÊ


QUEM É VOCÊ?
PRA QUEM VOCÊ VIVE?

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s