Se você quer, satisfaça -Como ser bom de cama-

Tempos atrás um amigo comentou comigo que estava prestes a ter a primeira noite de amor com a nova namorada, e como não poderia deixar de ser, estava não só inseguro com  relação ao próprio desempenho, como também com vergonha de expor o corpo que contém uma cicatriz resultado de uma cirurgia de redução de estômago…

Como alguém pode pensar em detalhes tão bobos na iminência de algo tão lindo e sublime?

sddff

Sexo nunca é apenas sexo. Sexo é a promessa de um corpo pro outro, sexo, ainda que casual, é se misturar, se contaminar do que o outro é, sexo é invadir o espaço alheio, é dois universos se chocando…Sexo é amor, ainda que dure até o orgasmo…E tem coisa mais bonita que um orgasmo? Você dando e se dando prazer, dois seres humanos  crus, puros, intactos…

Tem modo  melhor de conhecer alguém do que através do sexo?

Você ali nu diante de uma pessoa, sem ser nem mais, nem menos, apenas você e aquilo que você consegue fazer com seu corpo e com o corpo do outro. Não há mentira, não há dinheiro, não há sequer beleza que influencie. Sexo é apenas sexo, nem essencial, nem dispensável, mas se justifica, fala por si só.

Como entender alguém que na iminência de um momento tão genuíno, tão mágico, esteja preocupada com fatores externos, focada em superficialidades, focada na estria, na gordurinha sobrando, no pinto pequeno, nos lábios desproporcionais?

Somos muito mais que isso, somos beijos, suor, odores estranhos, gostos agridoce, somos um universo todo e somos por inteiro.

Como ser bom de cama? Ah…É bem simples… Entregue-se, mergulhe no sexo, beba sexo, receba sexo, assim simples,assim por inteiro.

O corpo que você cobiça, você consome, o corpo que você consome, você degusta, boca, pintos, bocetas, tudo. Beba tudo,devore tudo, cada momento.

Amor com amor se paga, sexo com sexo se paga, sexo com amor se paga, amor com sexo se paga, porque é tudo a mesma coisa, sexo é amor… Por si, pelo outro, pelo mundo, por todos.

Sexo por dinheiro é triste, é injusto, porque sexo por dinheiro é metade, e metade é quase nada.

Do corpo que você beija a boca, você beija o corpo, a boca e todo o resto, pois somos um universo inteiro:Bocas, línguas, cus, pintos, vaginas e secreções, e não há como isolar qualquer parte que seja de todo o resto que somos nós.

Que injustiça é isolar o resto de tudo de nós, que crueldade é resumir o tudo de nós a um egoísmo, um nojo, um “não faço”, “não quero”, “não provo desse sabor”, “não curto esse cheiro”. Aliás, como curtir uma pessoa e não curtir o cheiro dela? O gosto dela? Isso é sexo ou um equívoco? Sexo ou masturbação a dois?

penetração

No sexo não pense, não racionalize. Viaje, ouça, deguste, veja, tateie .

Se você quer, satisfaça, e saia satisfeito.

Seja altruísta, dê prazer, dê o seu melhor. Faça a pessoa se sentir única, insubstituível, amada… Ainda que dure pouco demais, mas esteja certo, enquanto for pelo sexo, durará tempo suficiente.

Você vem? Então vem completo, senão fica ai mesmo, não desperdice e não se desperdice.

Porque sexo morno é assim, esse nada, essa falta de respeito, essa banalização, essa vulgarização, essa profanação do sexo, que é algo tão natural, tão puro, tão sagrado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s