E então meu belo rapaz, o que você vai fazer com essa liberdade?

Todas as mulheres são iguais, diferentes em suas miudezas.

mulher liberal

É comum entre as mulheres, a competição pra ver qual é a mais bonita, mais gostosa e mais interessante . E ainda que saiam com um homem sem compromisso, sempre existe uma  corrida  pra se destacar com relação às outras mulheres com quem elas dividem( a contragosto)aquele homem. Pra uma mulher a vaidade na maioria das vezes, está acima de todas as coisas, qualquer coisa vale, não pra ganhar o homem desejado, mas pelo prazer de saber que elas são as melhores dentre as opções dos homens com quem se relacionam. Tudo gira muito mais em torno de quem essas mulheres são, do que daquilo que elas conquistariam sendo quem são.

Não raras vezes os homens acabavam apelidando suas namoradas/esposas/peguetinhas  , de “Donas Encrenca”, pois parecia ser inerente nas mulheres as características de mandar, brigar e tentar monopolizar a atenção dos parceiros.

A verdade é que as mulheres sempre lidaram com a verdade e com um eventual “fora” de forma tão negativa, que acabou-se criando uma legião de homens mentirosos, que se cansam daquela ficante, mas não têm coragem de dizer por temer machucá-las.

A imagem da mulher chorando indefesa, como se tivesse sido abandonada, sempre funciona pra deixar o homem desesperado e morto de culpa por não conseguir corresponder aos anseios desta parceira, ainda que por trás dessa culpa, exista um ego inflado de um macho dominante.

Mas então os tempos começaram a mudar, e as mulheres  que costumavam ser mais conservadoras, exigentes e ciumentas,começaram desenvolver uns “defeitinhos” de fabricação,images (6)e se antes elas perseguiam, manipulavam e protestavam em busca de atenção, começaram a agir exatamente igual aos homens: praticarem o sexo só pelo sexo, com diversos parceiros sexuais e passaram a se concentrar muito mais em seus prazeres do que na vaidade e certeza de serem únicas na vida dos homens com quem transam.

Teoricamente, os homens deveriam adorar esta mudança de atitude no comportamento feminino, afinal agora não é necessário enganação, ambos podem se relacionar com quem quiserem, quando quiserem, há a possibilidade de variedade de parceiros pra ambas as partes,quiçá uma farrinha em grupo, já não é necessário se desgastar criando personagens e manipulando relações que não existem, aparentemente, tá tudo ficando cada dia mais simples. No entanto, algo parece estar saindo bem errado, pois essas tais mulheres livres que transam se vestem e vão embora, que voltam mesmo sabendo que no dia anterior o cara estava com a outra ficante… Ah meu rapaz, essas mulheres ao invés de estarem deixando os homens felizes, estão na verdade os enlouquecendo com toda a confusão.

Por trás de toda desculpa mal contada, de todo personagem criado pra iludir uma moça com síndrome de princesa, de toda lágrima feminina evitada através de um afago com pouco sentimento, existia uma vaidade masculina de quem sentia-se único e insubstituível, de quem tinha a segurança de que bastava uma palavra bonita pra amansar as “Donas onças”. Existia o desafio de tirar de uma mulher, um consentimento do qual ela lutava incessantemente pra evitar, existia o prazer de fazê-la quebrar as próprias regras, passar por cima dos próprios valores, reconhecerem que não, não eram únicas e que mesmo assim, não conseguiam resistir aos encantos daqueles cafajestes que tinham três mulheres por semana.

E agora, nessa era de mulheres que dizem “sim”, que entendem os homens que têm necessidade de ficar e transar com várias pessoas;

f_57632

Nessa nova onda de mulheres que sabem que assim como eles homens, têm uma grande variedade, elas também têm;

Nessa nova era de mulheres que sem o mínimo pudor  trocam aquele parceiro sexual que não se mostram belos amantes;

Nessa nova era de mulheres que não são ciumentas, e que se marcar, topam de boa um menage ao lado da ficante gatinha do ficante delas…

Ah mas é ai que as coisas se inverteram, e que os homens que antes lutavam para conquistar uma dose de auto degradação feminina, não sabem como lidar com essas mulheres livres.

Toda a serenidade e calmaria dessas mulheres, não satisfazem tanto, nem têm tanta graça. Antes a luta era pra conquistar o despudoramento, a auto degradação, o comportamento puto, sujo, agora eles querem prender essas mulheres, cortar suas asas, fazê-las suas esposas, pois o corpo delas não é mais um desafio, mas a liberdade, o coração promíscuo, ah esses sim, e têm valor alto no mercado das relações.

E que ironia é a vida, os homens que por tantos anos sonharam com mulheres liberais, com pensamentos tão livres, desencanados e safados quanto eles, estão assim, sem mais nem menos, tornando-se mais conservadores, possessivos e inseguros, tal qual as mulheres que eles costumavam criticar outrora.

É o sinal dos tempos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s