Sem sorrisos para estranhos

Viviam lado a lado, eram só os dez anos que os separavam.

Os encontros eram raros, mas eram previsíveis.

Pra ela era estranho, como se tivesse tido sonhos íntimos com aquele vizinho com quem ela jamais conversou.

Pra ele, ela era a evolução de um momento. Ele sempre sorria, como se pra ela tivesse sido uma aprendizagem tão grande e boa quanto foi pra ele, como se tudo que viveram  tivesse sido motivo de orgulho pra ambos.

…E ano sim, ano não , acontecia… Não eram intencionais, mas chamar de coincidência era exagero.

Era apenas verdade, somente verdade.

Desta última vez ela o olhou demoradamente demais, o viu, mas não o enxergou. Quando o reconheceu apenas ponderou sobre o fato de “como pode um dia…”

Ele , naquele mesmo momento a admirou e pensou consigo mesmo que dessa vez seria fácil amá-la pelo que ela  parecia ser. Sorriu de forma terna, não com si mesmo, pra ela, destinado a ela.

E ela ,  naquela fração de  segundo em que o cérebro divaga por diversas situações e lembranças,  se deu conta de quem ele era, o que ele fizera,  e então se fechou, manteve a rigidez no rosto e um olhar vazio daqueles dados por quem é pego reparando em alguém que não conhece. Depois riu sarcástica com si mesma sobre o cinismo e ousadia dele.

Como ousa sorrir? Como ousa acreditar que existe qualquer simpatia ou intimidade?

E há quem diga que ódio é amor transcendido, que o perdão existe na ausência de sentimentos. Ali havia uma ausência de sentimentos mas não havia ódio.

Ela na maior parte do tempo ignorava completamente sua existência , mas acontece que naqueles encontros previsíveis mas extremamente raros, ela revisitava o passado e se deparava com a mulher que enterrou anos antes, de quem ela não sentia a mínima saudade. O simples fato de desejar-lhe uma boa tarde, a levava ao risco iminente de revisitar aquela mulher que só ele era capaz de fazer com que ela fosse novamente.

Então por hora e talvez pra sempre, sem sorrisos e nem boa tarde.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s