Na dinâmica dos amores, ganha o jogo quem por amor, força, inteligência ou auto degradação, se mantem ao lado do OBJETO amado…E uma vez que se tenha a presença do outro, em corpo, não em alma, não faz diferença se trata-se de um adorno ou de uma pessoa com vontades e sentimentos…Uma vez que a luxúria da vontade própria é suprida com a presença do outro, pouco importa se o sentimento ou a vontade desse outro mora em outro lugar…
Amor, é loucura egoísta travestida de altruísmo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s